Óóóó!! :)

IMG-20140708-WA0009

Ver essa foto é como reviver esse momento. Sinto novamente a alegria de voltar pra casa depois de um ano fora. Ouço você dizendo “óóóó” e abrindo o maior sorriso ao me ver. Vejo você olhando para a Andréa e falando “é a Paula!!!”, enquanto coloca de lado o jornal e se levanta pra me abraçar. Continuar a ler

Sobre parentes, presentes e perdas

Muita gente vê família como uma obrigação. Acha que o almoço de domingo na casa da avó é só um ritual do qual não dá pra escapar, ou que a ceia de natal é o começo chato da noite antes de sair pra se divertir com os amigos… Pra mim é o contrário: sempre considerei que parente é presente. E quando a gente fica longe, parece que a gente valoriza ainda mais. Continuar a ler

When we are challenged to change ourselves…

“When we are no longer able to change a situation, we are challenged to change ourselves.” ― Viktor E. Frankl, Man’s Search for Meaning

Quando cheguei em Luanda eu pensei que não aguentaria ficar aqui 2 dias e agora 2 meses já se passaram… passou rápido e, no fim das contas, nem foi tão difícil quanto parecia à primeira vista. Se eu parar pra fazer uma lista das coisas que me incomodavam quando cheguei, a maioria delas continua do mesmo jeito. A diferença é que aprendi a conviver com elas. Parece dica boba de livro de auto-ajuda, mas é verdade: tem coisa que não dá pra mudar, mas a gente pode escolher não sofrer. Nem sempre é fácil colocar isso em prática, mas vale a pena o esforço. Continuar a ler