Doce ilusão

O tempo cura tudo, é o que dizem. E talvez cure mesmo... Mas curar a dor de um amor ausente não quer dizer apagá-lo. Não. Não há tempo o bastante no mundo para lavar o seu toque da minha memória. Para silenciar a batida do seu coração acelerado enquanto me aninho em seu peito. Para apagar o seu cheiro ao meu lado enquanto dorme tranquilo.

Meu carnaval é (no) presente

“Como foi seu carnaval?”. Imagino que você tenha tido algumas conversas assim nas últimas semanas, à medida que reencontra amigos que foram curtir essa alegria fugaz e ofegante epidemia em Olinda, Rio, Salvador... Eu tive várias... e sempre que contava que uma amiga russa veio ao Brasil para o Carnaval e que ficamos em Brasília … Continue reading Meu carnaval é (no) presente